3 Testes de Personalidade para Investigar sua Vocação (com base científica)

A maioria dos testes de vocação são uma farsa.

Pronto, falei.

Conforme expliquei quando estava investigando estilos de aprendizado, boa parte dos testes vocacionais surgiram de “testes cognitivos” no começo do século passado. Tais testes, por sua vez, eram baseados em um modelo de prova que as Forças Armadas americanas utilizavam para separar os recrutas entre Exército, Marinha e Aeronáutica.

Falo isso para explicar como diferenciar um teste que vai ser útil para você de um inútil, recheado de enrolação e pseudociência.

Continue lendo

 

Como Manter Sua Motivação – Um Guia Pessoal

Motivação é um tema recorrente, e, normalmente, vem associado à disciplina (ou à falta dela). Todas as pessoas querem se manter motivadas para executar suas tarefas diárias ou até mesmo alcançar seus sonhos. O problema é que, na maioria das vezes, a motivação “surge do nada” e não dura tempo o suficiente para que atinjamos nossos objetivos.

Quantas vezes você teve tarefas a fazer, mas procrastinou dizendo que não estava motivado? Ou então aquela vez em que você se matriculou na academia e depois de uma ou duas semanas já nem ia mais às aulas? Ou ainda, lembra daquele vídeo que te fez querer mudar sua vida completamente, mas que passado algum tempo já não tinha mais efeito nenhum?

Quer saber por que isso ocorre?
Continue lendo

 

Sílvio Santos Sobre Ter os Pés no Chão E Não Dar Ouvidos a Críticos

Você provavelmente conhece Sílvio Santos como aquele velhinho simpático com risada engraçada que apresenta programas de televisão que sua vó adora na emissora SBT. Você pode ou não saber que ele construiu um império televisivo, comercial e bancário saindo lá debaixo, tendo começado como vendedor informal (camelô).

O que você (assim como eu) não podia esperar é que ele tem algo a dizer e a ensinar com toda essa experiência.

Continue lendo

 

Análise Estratégica: O Príncipe de Maquiavel

Depois de tanto ouvir falar sobre O príncipe, de Maquiavel, eu precisava lê-lo; estava na lista de “clássicos”. Considerei um livro supervalorizado em termos de popularidade e subvalorizado em termos de estratégia. Vejamos algumas anotações e citações.

 

Difícil é Dar o Primeiro Passo? Você é bom suficiente?

Muitos escritores de auto-ajuda, ou motivacionais, costumam dizer que basta começar. O começo é o início de tudo, se você começar as coisas vão se ajeitar e o sucesso é garantido.

Quem já passou por um projeto que deu errado ( cá entre nós, todo mundo), sabe que a maior dificuldade não é começar. E sim lidar com todas os problemas, dificuldades e frustrações.

Uma coisa que reparei, é que sempre buscamos projetos de coisas que admiramos. Eu e Paulo começamos esse blog por ler e gostar de diversos blogueiros, e queríamos fazer algo parecido. Você pode entrar numa aula de Jiu-Jitsu ou MMA por gostar de assistir o esperto. Dentre tantas outras coisas que vão desde correr, dançar até abrir um negócio.

O problema é: Você é muito ruim no que faz. Mas além disso, você tem outra característica: Você tem bom gosto.

Logo, quando você começa a blogar, treinar jiu-jitsu, dançar, empreender, etc, você passa a comparar o seu desempenho ao dos demais, dos seu ídolos, daquelas pessoas que já fazem isso a muito tempo. E ai começam as frustrações. Meu texto nunca não é igual ao do Sebastian, você não sabe aplicar uma chave de braço igual ao Anderson Silva, e dançar, rapaz, olha o que faz com esse quadril.

Então, você tem dois desafios para continuar e levar o seu projeto em frente.

1º Aceitar que você é ruim, muito ruim. Isso faz parte, o mais importante é aceitar e crescer com isso. Até um dia desses nem andar você sabia, e você aprendeu, e agora anda como um profissional. Aceite que você é ruim, mas;

2º Busque Métricas e Milestones. Você vai melhorar, isso é fato. Mas você tem que saber disso  para manter e aumentar sua motivação. Na escola, nós temos um ótimo mecanismo de feedback, nós temos as séries. Se você aprende um pouco de matematica, portugues, fisica e geografia, entre as outras, você é adiantado para a outra série. Você deve buscar algo parecido na sua atividade. Se você tem um blog, se prenda aos comentários, emails e número de visitantes que você tem. No Jiu-Jitsu, existe a graduação, mas antes disso, você tem que participar de competições e treinar com os companheiros, perguntando e percebendo que está melhorando. Na dança, participar de competições é uma boa forma de medir a sua evolução.

Começar não é o mais difícil, difícil mesmo é aceitar que você ainda não é bom suficiente, e focar no processo da melhora contínua.