• Share on Google+

Eu quero estar presente em todo canto.

Se você quer acompanhar o Estrategistas no youtube, assine:

http://youtube.com/estrategistas

Ainda está  bem incipiente, mas crescemos com o tempo. E nem todo vídeo será nesse estilo, claro.

Seus pensamentos a respeito?

  • Carlos Allan
    Responder
    Author
    Carlos Allan

    Ótimo vídeo sobre oportunidades, veio na melhor hora possível, eu estava um pouco tem dúvida, mas depois de uma conversa que tive com uma estranha, percebi que iria me arrepender se eu não aproveitar tal oportunidade que me apareceu. (A mulher com quem eu conversei, se arrepende até hoje por não ter feito curso de gastronomia e ter saído da cidade que ela mais gostou.)

    • Paulo Ribeiro
      Responder
      Author
      Paulo Ribeiro

      obrigado pelo feedback, Allan. Legal as lições que podemos ter de papos randômicos, sempre me supreende. Legal ver que vc já se decidiu. bola pra frente!

  • Marcus Aurelius Jr.
    Responder
    Author
    Marcus Aurelius Jr.

    “Oportunidade. Oportunidades nos abrem as portas (e se não me falha a memória é exatamente esta a etimologia da palavra: oportuno. A qual deriva a palavra oportunidade). Um dos grandes mistérios da vida é o motivo que leva uma grande gama de pessoas a argumentarem contra a vida dizendo que nunca lhes é provida uma oportunidade (ou uma “porta”, seguindo o sentido etimológico da palavra). E isto é uma mentira descarada, para ser mais preciso uma ‘mentira fardada de conformismo e sentimento de vitimização’. O que costumo dizer à estas pessoas é que a oportunidade sempre está escancarada em um ponto de ônibus, em uma propaganda, em um pensamento. Todo momento existe uma oportunidade. Tudo na vida abre ‘portas’. O engraçado é que muitas destas portas são abertas e as pessoas, talvez por conveniência ou por conta de uma percepção rotineira, não são capazes de perceber que lhes foi aberta uma porta. Ora, reclamar da vida é fácil. Dizer que isto ou aquilo outro não nos agrada e que nos sentimos injustiçados é ‘simplesmente simples’ (se me permite o pleonasmo). Mas poxa vida! (Utilizando o termo daquele apresentador de um programa da MTv, o qual não me recordo agora o nome). Em minha opinião, nada se cria e nada se destrói, tudo se transforma. Com as oportunidades é a mesma premissa. Não se cria oportunidade e nem se destrói. Na realidade, opinião do leigo autor deste comentário, ou você se utiliza da sua percepção para enxergar e transforma a oportunidade em seu favor próprio, ou você deixa que a oportunidade transforme a sua realidade de acordo com o acaso gerado por ela (sendo que nem sempre, será a favor de algum objetivo do agente envolvido). Opinião simplista de um ponto de vista leigo.”