• Share on Google+

A semana 4 foi tão ruim em termos de métricas que não quis publicar ela sozinha. Além disso, eu comecei a notar que tinha algo de errado acontecendo comigo nesse meio tempo: as táticas de produtividade que eu estava empregando não estavam funcionando. Muito tempo disponível para trabalhar estava gerando muita distração (e não produtividade).

“A definição de insanidade é continuar a fazer o que você sempre fez, desejando obter resultados diferentes.”

Como minha abordagem não estava funcionando bem, tentei algo completamente diferente: não estabelecer metas nem realizar planejamentos para os dias. Foi bem a nível de experiência para ver como as coisas caminhavam.

Como eu já estava com bastante coisa atrasada, inclusive algumas tarefas que eu tinha me comprometido com algumas pessoas importantes, eu imaginei que a pressão natural de agir sobre o que era prioritário iria me colocar em movimento. E colocou. O início da semana 5 não foi perfeito, mas foi bastante interessante; completei algumas tarefas de grande importância.

Em paralelo, ainda estava sofrendo muito com distrações. Por distrações entenda a combinação facebook + email. Eu sei, eu SEI que no fundo a culpa não é do site ou serviço, mas de minha mente destreinada. Mas, como não dá para treinar a mente do dia para noite (algumas pessoas levam décadas para alcançar uma mente mais estável, com menos ansiedade), eu encontrei uma maneira de remover a distração.

Ontem, eu saí do facebook

Eu queria ter desativado de verdade a conta, para tornar tudo mais dramático, mas não consegui (será que o facebook faz isso de propósito?), pois havia alguns aplicativos de clientes sob minha responsabilidade. O que eu fiz foi dar meus dados de login para Eduardo e ele mudou a senha, de modo que eu não consiga mais acessar (ideia dele). O plano inicial é ficar 15 dias fora, até reequilibrar  de verdade; mas posso estender indefinidamente.

Você pode estar lendo isso e pensando: “mas que babaquice, se não quer acessar, não acessa! Não precisa disso tudo”. Bem, eu não tenho vergonha em admitir que sou vítima de automatismos; se mais pessoas fizessem isso, tratar obsesidade, vícios de fumo e álcool seriam mais eficazes. Trazer um amigo para te ajudar é sempre uma boa ideia.

Limitei tempo no Email

Se você vacilar, fica o dia inteiro em sua caixa de entrada. Eu tenho essa compulsão de estar checando minha inbox. Para lidar com isso, instalei a extensão para Chrome chamada “Nanny for Google Chrome”, com a qual eu bloqueei meus sites de email antes das 11h da manhã, o que me dá bastante tempo para fazer as principais tarefas do dia antes de batalhar com as mensagens.

E ah, também me comprometi a só entrar na internet depois das 10h, o que me deixa duas horas de espaço para realizar trabalhos criativos (principalmente escrita).

Larguei projetos, foquei nas habilidades

Quando eu entrei nesse desafio dos 90 dias, minha ideia era terminá-lo com resultados reais, concretos. Embora alguns projetos que eu estava tocando fossem, de fato, legais, eles levariam tempo para ser postos em prática e não possuem um modelo de negócios provado, o que me faria investir tempo em algo pouco sólido nesses 90 dias.

Também, o mantra “menos é mais” está fazendo cada vez mais sentido. Eu preciso desenvolver precisão: não dá para mudar o mundo usando força bruta. Você não vai conseguir criar projetos o suficiente para povoar o mundo com ideias legais: é preciso melhorar a mira. Buscar aquela ação com o mínimo esforço que vá desencadear a queda de 100 mil dominós e vá realizar a mudança que você quer ver no mundo. Por isso, focarei no menos a partir de agora. Treinarei precisão.

Revisando as metas

Pessoal
– Manter o rastreamento do tempo e o planejamento do dia na noite anterior
– Entrar em contato com uma pessoa diferente por dia
– Escrever 1000 palavras por semana (1 ou 2 posts)
– Manter os parceiros de “accountability” (parceiros de jornada)

Continuarei com o rastreamento/planejamento do tempo, mas agora será mais fácil, já que há menos projetos para cuidar. Sobre entrar em contato com pessoas diferentes, vou estabelecer a meta de pelo menos 1 por semana. Essa parte ficou mais fácil para mim pois alguns dos leitores desse blog tem mantido contato, o que é show de bola!

Se a meta inicial era 1000 palavras por semana, vou mantê-la, mas pretendo escrever mais. Vou revisar meu planejamento anual para o Estrategistas e ver o que falta para conseguir bater a meta.

Negócios
– Reativar o projeto de internet marketing parado e publicar o próximo da fila
– Lançar meu produto digital que está em espera (conseguir pelo menos 30 clientes)
– Fazer pesquisas de mercado semanais para novas oportunidades em potencial (12 relatórios no total)
– Concluir o produto beta da start-up

Demorei tanto para lançar o produto (sério, o primeiro rascunho do ebook ficou pronto há um ano e meio) que agora nem sinto tanta vontade de fazê-lo. Vou concluir só para não ficar com um projeto morto em mãos e vou dar uma abordagem nova para o material, que melhor se alinhe com minha visão hoje.

As pesquisas de mercado eu vou ‘jogar’ para o último mês, quando espero estar com habilidades de programação já afiadas, de modo que eu faça as pesquisas de modo concentrado (em poucos dias) para selecionar uma ideia para tocar.

Sobre o produto beta da start-up… ele está no modo espera. Conversando com meu sócio, a gente teve um feedback importante há alguns dias que nos fez pensar na viabildiade de investir tempo nesse projeto.

Aprendizado
– Usar 2h/dia para programar
– Lançar um webapp simples do zero: design e backend (a decidir)

Aqui é que entra meu foco. Eu vou dedicar 2h/dia em média para a programação. Com certeza. Isso é algo concreto de que posso visivelmente obter resultados no final dos 90 dias.

E você, como anda essa corrida de produtividade?

PS:  Amanhã sai o primeiro texto convidado aqui no blog, de uma leitora que entrou no próprio desafio de produtividade. Aguarde!

  • Luiz Felipe Mello
    Responder
    Author
    Luiz Felipe Mello

    Muito Bom! Estou fazendo o meu próprio desafio, dos 90 dias. Incluindo várias metas pessoais e de negócios, pretendo comentar aqui bons frutos colhidos.

    • Paulo R. Ribeiro
      Responder
      Author
      Paulo R. Ribeiro

      Opa, se quiser contar das dificuldades e das lições aprendidas também, fique a vontade. Podemos ir aprendendo com os erros uns dos outros ;)

      Abração e obrigado por comentar!

  • Luís
    Responder
    Author
    Luís

    Força aí Paulo! Quanto à meus projetos… bom… estão 1 ano atrasado :(

  • Matheus H. F. Silva
    Responder
    Author
    Matheus H. F. Silva

    Sempre na batalha pela produtividade suprema! Sempre procurando uns métodos e batalhando contra facebook, e-mail, e outros destruidores da produtividade. Em breve farei meu desafio dos 90 dias! Vários projetos em atraso também :/
    Abraços!