• Share on Google+

Segundo a wikipédia:

“A palavra vem do grego antigo stratègós (de stratos, ‘exército’, e ago, ‘liderança’ ou ‘comando’, tendo significado inicialmente ‘a arte do general’) e designava o comandante militar, à época de democracia ateniense.”

A raiz da palavra está conectada com liderança de exércitos. Isso faz sentido, pois na Antiguidade o que interessava para o ser humano (como parte de um grupo) era vencer batalhas.

A meta principal de uma tribo, clã ou sociedade era manter-se viva como um todo e, para isso, precisaria se expandir ou defender-se de outros povos, significando sempre guerras. Por isso, vencer guerras era a própria definição de sucesso para essa era.

Trazendo o conceito para a atualidade, podemos relacionar estratégia com a busca pela vitória. Para isso, você tem que descobrir o que é vencer e como fazê-lo. Simples, nada além disso: o que é vencer e como fazê-lo.

Analisando o sentido que a palavra estratégia assumiu em outros campos do conhecimento humano você chegará a conclusão que a essência é essa mesmo. No xadrez, por exemplo, que é o mais próximo de um campo de batalha para a maioria hoje, a palavra significa:

“um planejamento de longo prazo que visa criar uma vantagem ao jogador”.

Claro, por ser um jogo com regras bem definidas, já se sabe o que é vencer; a questão é só descobrir como. Esse ‘como’ assume a forma de uma vantagem sustentada ao longo do tempo, de modo que no momento decisório, se possa buscar a vitória.

Outro setor: o mundo dos negócios. Qual o sentido de estratégia nele? Por que se aplica tanto as ideias de Sun Tzu e outros estrategistas militares no marketing? Segundo Mintzberg, estratégia é:

“Forma de pensar no futuro, integrada no processo decisório, com base em um procedimento formalizado e articulador de resultados”.

Aqui, novamente, um senso geral do que é vencer já existe (fazer a empresa crescer, aumentar o impacto social, aumentar lucros etc). A pergunta continua sendo: “como?”. É importante destacar alguns pontos nessa definição:

  • “Forma de pensar no futuro […]” – É algo que você deve ter em mente para alcançar o que quer.
  • “[…] integrada no processo decisório […]” – você filtrará as alternativas disponíveis no momento da decisão baseado na sua estratégia.
  • “[…] com base em um procedimento formalizado […]”– é preciso ser sistemático no que toca ao lado mais tático. Muita coisa é tentativa e erro. Claro, uma tentativa e erro educada e embasada, pois é preciso estudar história e entender a maior quantidade possível de áreas do conhecimento humano, buscando conhecer o que aconteceu com outras pessoas e criar induções que expliquem fatos passados, de modo a ajudar com a situação presente.
  • “[…] e articulador de resultados.” – Claro, estamos sempre buscando a vitória.

Então, recapitulando, o que temos até agora?

Estratégia é descobrir o que é vencer e como chegar lá. Para isso, é preciso criar um sistema de estudo de casos anteriores (conhecimento histórico), saber o máximo sobre outras áreas do conhecimento humano (como artes, religião, guerras, ciência), de modo a tomar decisões baseadas em conexões e relações criadas a partir dessa ampla análise.”

Como fazer uma abordagem estratégica da vida?

Observando a definição, em um nível pessoal, a primeira parte é a mais difícil: descobrir o que é vencer. Isso é único para cada ser humano e algo que a maioria das pessoas não dá a devida atenção. O que significa se dar bem na vida? O que você gostaria de fazer que te faria morrer satisfeito com a vida? O que traz sentido para sua existência?

Esse é um dos motivos por que tornar um estrategista é difícil. Você precisa descobrir o que você quer fazer na sua passagem pela terra e isso é uma jornada. Algumas pessoas levam anos; a maioria passa pela vida sem nem saber. Pessoas, de modo geral, não se perguntam: elas ficam presas em um nível mais operacional, se movendo para lá e para cá, fazendo coisas sem um sentido maior.

Uma vez que você sabe o que quer (mesmo que seja uma ideia provisória), você pode trilhar seu caminho até lá. Aí é que entra todo o estudo de história, artes, guerras, ciências… tudo que pode te trazer uma conexão, te gerar um insight, um palpite de meio hábil para conseguir o que quer.

Grande estratégia, estratégia e táticas

Saindo do estudo mais focado da definição de estratégia e passando para o lado prático.

Tornar-se um estrategista é ter sempre em mente as três perguntas básicas que movem o homem:

  • Por quê? – Sua resposta será a Grand estratégia, que está relacionada a descobrir como vencer.
  • Como? – Definirá a estratégia per se.
  • O quê? A resposta aqui te indicará o caminho a seguir num nível tático e operacional.

Note que, uma vez que você tenha descoberto o grande “Por quê?”, você utilizará sua estratégia para pôr em prática o “como?” e, ao longo da vida, vai caminhando por diversos “o quê?”.

Com nosso blog, o que podemos oferecer a você, na sua jornada para se tornar um estrategista?

  • Estudos sobre grandes estratégias militares, na seção Estratégia. Claro, a abordagem militar foi onde tudo começou e é imprescindível aprender o que os grandes mestres têm a ensinar.
  • Muito conhecimento e conexões, nas seções sobre História, Ciências, e Tecnologia para que você possa ter uma intuição mais treinada sobre o que pode dar certo.
  • Com a área de Empreendedorismo e Negócios, ofereceremos nossos insights, experiências pessoais e de outros autores sobre meios de construir coisas. Seja times, simples projetos ou empresas. É uma extensão da área anterior, que vai te ajudar a fazer as coisas acontecerem.

É isso.

Essa é toda nossa jornada, aquilo que nos propomos a fazer. Também estou muito longe daquilo que pretendo, o que deixará as coisas mais interessantes: conforme eu  for aprendendo ((assim como o Eduardo), vou compartilhando com você.

  • Quais São As Diferenças Entre Estratégias e Táticas | Estrategistas
    Responder
    Author
    Quais São As Diferenças Entre Estratégias e Táticas | Estrategistas

    […] houve uma breve discussão teórica aqui. Vamos começar, então, a parte prática.  Observe o esquema […]

  • Daniel Dutra
    Responder
    Author
    Daniel Dutra

    Paulo mais uma vez parabéns pelo excelente artigo. Muito esclarecedor!

    Estou com algumas duvida pois estou confuso quando utilizar os seguintes termos.

    Método, Planejamento, Estrategia e Tatica.

    Qual seria a ordem correta que devemos utilizar para atingir algum objetivo? (Por exempo: Primeiro vem o Método, depois Planejamento, Estrategia e Tatica)

    Para se atingir um objetivo é necessario que todos estejam juntos?

    Não existe estrategia sem planejamento?

    Estou buscando essas respostas para melhorar meu aprendizado nos estudos. Se puderem exemplificar a utilização dos termos seria uma excelente ajuda.

    Desde já agradeço.

    Abraços!