• Share on Google+

Pergunta de leitor:

Faz um tempo que não entro no seu blog […] hoje é domingo então resolvi “dar uma atualizada”, ai eu lembrei dos conselhos que você tinha me dado uns tempos atras, entrei la no seu blog e vi um artigo (não lembro se é atual) sobre organização, planejamento do dia seguinte, etc…

Estou querendo me organizar, já comecei pelas finanças estou anotando meu fluxo de caixa, notei que me organizo melhor por semanas, já tentei me organizar mensalmente mas foi um fracasso, agora vi que você se organiza no dia anterior, então você deve ter algo a me ensinar rsrs, a respeito de organizações pessoal, ainda estou todo bagunçado, já a organização financeira está tendo pequenos avanços (comecei dia 8 desse mês), queria uma forma de conseguir me organizar e planejar os dois pontos de maneira eficaz, de preferência semanalmente, com ajustes diários se preciso, será que você pode me ajudar?

–M

É bem simples, na realidade.

Costumamos complicar tanto as coisas que normalmente perdemos vista do basicão.

O que significa organização pessoal?

1. Saber o que quer fazer

2. Fazer aquilo.

Pronto, nada mais, nada menos.

Uma vez que você cobriu as áreas mais básicas, pode tentar fazer implementar coisas complexas na vida, como regular a temperatura da sala com um termostato ou comprar uma lâmpada diferente (esses fatores comprovadamente influenciam na produtividade). Contudo, não faz sentido ser tão específico com as técnicas se você não tem o básico bem coberto.

Pensando em termos do princípio de Pareto, é como se o básico fosse os 20% dos esforços que trazem os 80% dos resultados, enquanto que as atitudes mais complexas representam 80% dos esforços que trazem 20% dos resultados.

Se você é uma pessoa que está com a base bem estabelecida, com as áreas da vida equilibrada e ainda assim quer continuar expandindo, então faz sentido você buscar melhorar a produtividade mudando coisas sutis que terão resultados sutis (como regular a temperatura da sala). Já se você saiu dos trilhos e quer voltar à linha, o lógico é ir direto na raiz do problema e estabelecer fundações sólidas.

É por isso que eu digo que produtividade é simples e nós complicamos: quando saímos dos trilhos, ficamos confusos sobre o que fazer para voltar a ser produtivo (já que tem muitas opções naqueles 80% dos esforços). Porém, na realidade, só é preciso se preocupar com a parte dos esforços de maior resultado!

Nesse cenário, a dica é começar simples. Aproveitando o gancho, outra resposta que dei por email há pouco  tempo foi:

Pergunta —

Aumentar minha disciplina com metas, de forma rígida. Como?  Criar este hábito rígido e bem controlado indiferente das situações adversas do dia-a-dia? 

Resposta–

qual a meta?

disciplina não é algo que a gente tem ilimitado. pense nela como um pote: quanto mais difícil a meta, mais controle vc vai precisar retirar do pote para mantê-la. quanto mais metas quiser alcançar ao mesmo tempo, mais o pote vai ser consumido rápido.

quando o pote acaba, a gente fica se sentindo uma merda e sem vontade de fazer nada.

vamos ser espertos e:

1. escolher UMA META para focar por talvez umas duas semanas.
2. reduzir BARREIRAS para aquela meta – http://estrategistas.com/implantar-habitos-diminuir-barreiras/

O bom disso tudo é que, cada vez q vc consegue o que quer, o pote cresce um pouquinho. cada vez q vc deixa ele secar, ele diminui um pouco. então, vamos ser espertos a respeito.

Começando simples

1. Áreas-chave: saúde, relacionamentos, dinheiro, propósito.

2. Cheque cada uma dessas áreas e comece a consertar o que parece muito quebrado aos poucos:

  • Saúde: está se alimentando bem? fazendo exercício o suficiente? tem ingerido álcool (em excesso) ou drogas (ainda que remédios para dormir)? Conserte isso.
  • Relacionamentos: como está a relação com aqueles que você ama? Qual foi a última vez que você sentou para conversar e ouvir sobre a vida da pessoa que está a seu lado? Se tiver qualquer pendência te fazendo mal, vá em frente e abra seu coração para quem quer que seja. Fale o que aconteceu e como está te afetando.

(numa relação amorosa, sinceridade mais demonstração de vulnerabilidade normalmente quebra o gelo e abre espaço para conversação)

  • Dinheiro: pare de gastar, agora. Pare. Como está o saldo? Por que o dinheiro está indo embora? Se rastrear for um problema, não rastreie. Deixe dinheiro todo na conta, quebre cartões de crédito. Qualquer coisa para tirar você da espiral negativa.
  • .Propósito: acorde num domingo de manhã, vá para um lugar quieto apenas com caneta e papel. Escreva no topo “o que eu quero da minha vida” e faça uma lista de tudo o que você quer. Escreva livremente. Na outra página, escreva: “por que ainda não tenho o que quero”. E escreva mais. Com isso mais claro na mente, realinhe metas e objetivos de modo a reconquistar o brilho nos olhos.

Implementa isso aí, depois me diz o que funcionou. Todo esse lance de rastreamento de tempo, rastreamento de dinheiro, planejamento no dia anterior… tudo isso é secundário diante de uma base mal estabelecida.

E você, caro leitor, tem alguma rotina que aplica quando as coisas saem dos trilhos?

 

  • Muriel Fiorese
    Responder
    Author
    Muriel Fiorese

    Valeu Paulo.

    É acho que eu estou ficando obcecado em rastrear as coisas mesmo kkkk, e o importante que é o BÁSICO eu tenho ignorado, uns tempos atrás eu tentei descobrir meu propósito, mas sei lá, ficou tão vago, que nem lembro mais, pensando bem, a partir do plano BÁSICO eu não estou desorganizado, são esses 80% que trazem 20% dos resultados que tiram a minha paz….

    Vou fazer as listas neste domingo (só domingo mesmo para colocar a cachola em ordem), e volto aqui pra mostrar como foi ;D

    A área-chave mais bagunçada e que está refletindo em todas as outras é o Propósitos, depois, relacionamentos, dinheiro e saúde.

    • Paulo Ribeiro
      Responder
      Author
      Paulo Ribeiro

      depois nos conta como progrediu!

  • Giovana Hanaoka
    Responder
    Author
    Giovana Hanaoka

    eu tenho vontade de imprimir muito do que leio aqui e espalhar pela casa, para ler todos os dias, não esquecer e aplicar. é o que eu sinto ao ler o estrategistas.

  • Pare de chutar o cachorro | Estrategistas
    Responder
    Author
    Pare de chutar o cachorro | Estrategistas

    […] Mas caso você faça algo obtuso, amanhã você vai ter que consertar a bobagem de hoje e tentar compensar o trabalho não-feito, ou seja, o trem vai descarrilar. […]